sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Eleições 2010

Brasil, século XXI o país que é visto pelo mundo la fora como a republica do futuro.atravessa, mais uma vez um período de escolha de seus governantes com enfoque maior para os presidenciáveis que por sua vez conseguiram uma proeza de desagradar a todos dando-nos a opção do voto errado de qualquer maneira.

Durante esse período surgiram algumas leis um tanto ridículas, tais como: A lei do estádio de futebol: onde os torcedores vão ter que mudar o seu comportamento que fora adquirido desde criancinha onde éramos ensinados que num estádio devemos estravazar, xingar a mãe do juiz
entre outros comportamentos. (No que diz respeito aos corintianos isso significa roubar, matar e destruir).

Já a segunda foi um pouco mas grave que foi a proibição de toda e qualquer forma de brincadeira para com os candidatos, pois segundo o órgão responsável pelo cumprimento das regras durante o período eleitoral isso causa uma certa desigualdade entre os mesmos, mas isso soa um pouco contraditório, pois na própria propaganda eleitoral gratuita uns tem mais tempo que outros para encher a nossa programação televisiva de baboseira. Se formos parar para observar
nosso horário político, vemos algumas criaturas um tanto bizarras que fazem do horário um verdadeiro picadeiro nos trazendo mensagens estúpidas e jingles tão ridículas quanto as músicas do Zé Ramalho.

É verdade que a suposta lei da censura ao humor foi revogada, mais ainda sim é algo a se discutir, pois em pleno ano de 2010 estamos passando por esse tipo de situação. No país que é considerado a maior potência do mundo - EUA, as coisas não funcionam dessa maneira, os próprios candidatos entram na brincadeira e usam o humor a seu favor.

A verdade é que o brasileiro só sabe rir do que convêm, porque brincadeira mesmo é o nosso presidente molusco dizer que teve uma mãe que nasceu analfabeta e usar isso para amolecer o coração do brasileiro; Brincadeira é um corrupto bigodudo presidir a câmara e monopolizar as coisas num estado que é por muitas vezes esquecido pelo resto do país; Brincadeira é esquecer que o Acre existe; Brincadeira é um candidato a deputado federal não saber o que faz um deputado e usar o seguinte bordão: Pior do que esta não fica; Brincadeira é um pobre catador de papelão se desgraçar em uma jornada de trabalho sub-humana e ganhar um mísero salário enquanto os verdadeiros bandidos ficam sentados, usando ternos risca de giz e encher os bolsos com o salário do pobre. Então caro leitor/eleitor abra bem o olho e vote errado, porém com a esperança de que o seu bandido/candidato fazer 10% daquilo que lhe foi prometido durante as campanhas de pré-eleição.

Por: Tiago Banha

5 COMENTÁRIOS:

Rafael Araujo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk
Brincadeira...
Brincadeira...
Brincadeira...
não adianta o Brasil é uma eterna Brincadera...

Parabéns pelo POST manoO

APOIO:
www.maniaderafa.blogspot.com

Jão (O Criador G.B) disse...

kkkkkkkkk'Comico =/
www.gatobebadowebs.blogspot.com

Laura Ribeiro disse...

Bem verdade seu post :/
nunca entendi como essa tática do lula ainda pôde amolecer os corações alheios.

ShiBel disse...

Olá!
Gostaria de firmar um parceria com seu blog
http://passatemposdosjovens.blogspot.com/

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkk...muito inteligente essa OBS, kkkkk, muito divertidoo!