segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Frases de banheiro público

Todo banheiro público que se preza é sujo, fedido e tem frases escritas por toda a parte. Se não possui essas três características não é um banheiro público. Escrituras na porta, no mictório e principalmente na parede – que é usada para entreter o cagão enquanto conclui seu ato de clonagem.

Durante pesquisas feitas em mictórios e cagódromos na cidade de Salvador, nós baixareis, notamos que não são pessoas comuns ou imundas que riscam os banheiros país afora. São pessoas de alto poder cognitivo e poetas que o mundo ainda não reconheceu e talentos que as grandes editoras estão a desperdiçar. São talentosos críticos, poetas e cronistas, que devido ao fato desse mundo ingrato virar-lhe as costas, aplicam todo o seu dom e genialidade em simples banheiros públicos.

Como em todo meio há ovelhas negras, nesse ramo não é diferente. Muitos pederastas enrustidos utilizam o anonimato para desabafar com o próximo cagão, escrevendo particularidades sobre sua vida sexual e passando telefones e email para contato (considerando que muitos utilizam o banheiro masculino de dia e à noite urina sentado).

Segue abaixo uma simples pincelada sobre o que a genialidade do povo brasileiro é capaz de produzir, mesmo confundido em meio ao desabafo de garotos de programa e alguns agentes da passiva:

  • Você que caga pra fora por que não caga pra dentro? Você tem a bunda torta ou o toba fora do centro.
  • Força, guerreiro, você consegue!
  • Quero sentir você. Sentir nossos membros bem rijos roçando um no outro, pulsando como o meu coração. (inspirado em Língua, de Caetano Veloso)
  • Rosa, loja Insinuante do Iguatemi: 8626-0681. 10% de desconto para gerente de loja.
  • Se você já cagou aqui, escreva na lista: 1. Jungle “Lost”, 2. Igor Clodovil, 3. Madson, 4. Rivelino, 5. Zeca Tati, 6. Deus, 7. Thiago, 8. O putólogo, 9. O corno, 10. Eu (esse foi eu mesmo que caguei e assinei), 11. Saback, 12. Kinho.

P.S.: depois que eu escorreguei o moreno e autografei na parede, claro que não voltaria mais de uma vez. Voltei só pra saber quantas pessoas cagaram após mim no dia seguinte.

  • Tem gente que faz na vida o mesmo que faz aqui. Rabisca tudo...
  • O povo aqui só faz merda.
  • A diferença entre dar e cagar é meramente vetorial. (manjada, porém clássica)
  • O peido é uma ciência que vem do intestino pra avisar a bunda que a merda já tá vindo.
  • E a melhor de todas que eu já vi, Escrita em um mictório, no banheiro do primeiro andar da Faculdade Unime – Paralela (desculpe revelar a fonte, mas foi esse autor merece aplausos):

O FUTURO DO BRASIL ESTÁ EM SUAS MÃOS!



Por: Diego "Fininho" Barreto

4 COMENTÁRIOS:

' larissa reis . disse...

Adorei o texto , as frases então !? Nem se fala .. ''Força, guerreiro, você consegue!''
KKKKKKKKKKKKKKKKK , tá vendo ai?
Até nos banheiros públicos já passou algum grande poeta que faz questão de deixar a sua marca registrada . Parabéns pelo texto , bem escrito ;]

Hellen Braga disse...

Não me canso de ler esses textos.. são muito engraçados.. Morro de rir aqui, com meus amigos.

barbaranonato disse...

Morri de rir aqui! A gente acha assunto em qualquer lugar, até banheiro (e quanto mais usado, mais frases e mais bobagens). De certa forma um erro brasileiro, mas... Já que não dá pra corrigir, a gente se diverte. Até porque, ninguém se importa em ser politicamente correto no banheiro...
Brincadeiras a parte, gostei do blog!

CRIS MANAIA disse...

KKKKKKKKKKKKKKK
REALMENTE, SÃO VERDADEIROS POETAS E MUITAS VEZES É ASSIM: VOCÊ VÊ OS RABISCOS E ACHA UM ABSURDO, DEPOIS VOCÊ LÊ E AINDA ACHA GRAÇA...

TEXTO MASSA IRMÃO.
FININHO, UMA DAS GRANDES PROMESSAS DAS CRÔNICAS BRASILEIRAS HEHEHEHHE!!

ABRAÇOO COLEGA